O berílio (Be) é um elemento químico descoberto pelo francês Louis Nicolas Vanquelin em 1798 na forma de óxido no berilo e na esmeralda.

Na odontologia, este elemento faz parte da composição de algumas ligas não preciosas, como por exemplo Ni-Cr e Co-Cr, que devido ao menor custo, atualmente são utilizadas no lugar do ouro e da prata nas estruturas de próteses. Ele é um metal leve e é utilizado para melhorar as propriedades mecânicas das ligas. Reduz a temperatura de fusão, melhora a união entre metal e cerâmica e facilita o polimento.

No entanto, o berílio é altamente tóxico, o envenenamento agudo por inspiração de seus sais produz calafrios, febre, tosse dolorosa, acúmulo de fluídos nos pulmões, podendo levar à morte. A inalação de compostos insolúveis pode levar à beriliose, quando os pulmões são lesados. Esta doença é também conhecida como granulomatose pulmonar crônica, seus sintomas as vezes aparecem somente 15 anos após a exposição a certos compostos de berílio. Estes riscos estão presentes nos laboratórios de próteses no momento da fundição de ligas contendo berílio, pois estes materiais podem liberar vapores tóxicos, e nas fases de corte e acabamento das estruturas.

Dessa forma, a manipulação desses materiais requerem cuidados especiais. Atualmente, o mercado já possui ligas que não possuem berílio em suas composições e apresentam resultados muito satisfatórios em relação a fusão, união com a cerâmica e facilidade de limpeza.

REFERÊNCIAS
SANTOS, M. P. Ligas metálicas odontológicas. https://gustavocosenza.files.wordpress.com/2010/11/santos-miria-pinheiro-ligas-metc3a1licas-odontolc3b3lgicas.pdf – Acesso: 13/05/2015.
PEIXOTO, E. M. A. Berílio. Seção Elemento Químico. http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc03/elemento.pdf – Acesso: 13/05/2015.

Conheça a Ligga N:
http://www.vipi.com.br/portal/ligga-n/

Write a comment:

*

Your email address will not be published.


*

Copyright © 2016 - Vipi Produtos Odontológicos |   Departamento de Marketing | Login