qua, 19/02/14 – 14:00 | Não Comentado

VIPI BLOCK® ZIRCONN é um bloco cerâmico pré-sinterizado biocompatível, composto de zircônia estabilizada com ítria, ZrO2 (3%Y2O3), para aplicação odontológica. VIPI BLOCK® ZIRCONN é desenvolvido utilizando as melhores matérias-primas disponíveis no mundo, e sob-rigoroso controle de …

Leia na integra »
Artigos

Artigos enviados pelos consumidores dos produtos da Vipi Produtos Odontológicos.

Download

Download de Vipi News, material técnico entre outros arquivos.

Imprensa

Download de logotipos, fotos dos produtos, etc.

Lançamentos

Lançamentos da Vipi Produtos Odontológicos

Notícias Vipi

Fique antenado com o que acontece no mundo.

Home » Notícias Vipi

Resinas autopolimerizáveis para aparelhos ortodônticos – Parte 1

por on quarta-feira, 22 julho 200910 Comentários

aparelho-ortodontico

Resinas autopolimerizáveis são usadas diariamente na confecção de aparelhos ortodônticos. Mas, devido à rotina de trabalho, em placas, aparelhos bimaxiliares, placas de mordida, splints, etc. – aparecem de repente falhas no trabalho finalizado que “nunca” apareceram antes.
Por isso é interessante investir um pouco de tempo para ler as instruções de uso e a ficha de segurança do fabricante e observar as recomendações para aplicação do produto específico. Como os fabricantes estão constantemente melhorando e inovando as resinas, é justo de se perguntar criticamente: “Eu aplico a resina autopolimerizável na técnica de manipulação, pó / líquido, injeção ou em combinação com silicone ou formação a vácuo conforme as instruções e recomendações do fabricante?”.
A meu ver, essa pergunta é certa porque a aplicação específica do produto hoje é um dos temas importantíssimos de cursos de reciclagem e seminários. De experiência própria, conversa com colegas de trabalho e ministrando cursos nas escolas de formação técnica, pude constatar que a aplicação de resinas autopolimerizáveis acontece muitas vezes de maneira com “um dia” aprendido combinado com ignorância como base teórica para manipulação do material.
As recomendações para aplicação de resinas autopolimerizáveis para aparelhos ortodônticos são disponíveis nas instruções de uso ou na ficha de segurança do fabricante. Infelizmente, devido à rotina de trabalho, essas nem sempre são consideradas e assim, pode ocasionar deficiências na qualidade dos trabalhos.
As resinas autopolimerizáveis fazem parte dos materiais de uso diário na ortodontia. Mas, mesmo assim podem acontecer, devido à rotina de trabalho, no aparelho final – placas, aparelhos bimaxiliares, placas de mordida, etc. – falhas que “nunca” apareceram antes.
Quanto a minhas palestras, gostaria de ressaltar alguns pontos importantes para otimização da qualidade num lado e no outro para os técnicos – relativo à manipulação da resina – e para os pacientes – redução de monômeros residuais. Esses pontos são:

•Segurança no laboratório de prótese
•Recomendações de Uso
•Informações para o paciente.

aparelho-ortodontico2Para a segurança de pessoas que manipulam as resinas:
O fato de que o monômero evapora durante a aplicação da resina, seja na técnica de manipulação ou pó / líquido, em pequenas quantidades é amplamente conhecido. Isso exige no local de trabalho uma exaustão suficiente para evitar uma contaminação das pessoas envolvidas na aplicação das resinas autopolimerizáveis.
Obviamente, devem ser usadas sempre luvas durante a manipulação das resinas. Referente a isso, a ficha de segurança da CE cita no item 08. “Limites de exposição e equipamento de proteção individual”, a seguinte recomendação: Luvas de borracha, e também usar DERMADRIL – luvas de nitrila especial, livre de pó e látex natural.
As resinas autopolimerizáveis para aparelhos ortodônticos foram testadas excessivamente bem como o pó que sai durante o acabamento e a biocompatibilidade foi comprovada cientificamente. Resinas autopolimerizáveis não são tóxicas nem possuem um potencial mutagênico.

•Recomendações consideráveis de aplicação que otimizam a qualidade dos trabalhos ortodônticos:
•Hidratação dos modelos- Isolamento dos modelos- Manipulação profissional na técnica de manipulação ou pó / líquido
•Observação dos parâmetros de polimerização.

Hidratação dos modelos
Hidratar o Modelo ou os modelos em água fria até sair todo ar do modelo. Isso pode ser visualizado através das bolhas de ar que param de subir do modelo.

Isolamento dos modelos
Aplicar o isolante através de um gotejador diretamente no modelo levemente úmido e depois distribuir uniformemente com um pincel. Por favor, não mergulhar o pincel no isolante para evitar a contaminação com partículas de gesso e posterior diminuição da qualidade do isolante.
Para deixar o isolante escorrer, colocar modelo com o plano de tuberosidade para baixo. Restos de isolante – ou pingos de isolante podem ser tirados de fios e parafusos com ar comprimido com cuidado após 30 segundos. Imediatamente depois pode ser iniciada a aplicação da resina autopolimerizável.

texto de:
Kuno Frass
Endereço: Innovative Dentaltechnik – Kuno Frass Freudenthalstraße 5 – 21244
Buchholz – Alemanha – Telefone: 00xx49 41 81 / 29 06 56 -
E-mail: frass-kfo@t-online.de

Jörg Erxleben
Gerente Técnico
jorg@vipi.com.br

Be Sociable, Share!

10 Comentarios »

  • Diego MellerNo Gravatar disse:

    A noticia é muito importante para esclarecer e atualizar as pessoas que utilizam as resinas,particularmente nao tenho nem um problema com falhas. O mais importante que achei da noticia é em relacao equipamentos de proteçao.Abraço

  • VipiNo Gravatar disse:

    Olá Diego
    obrigada pelos seus comentários!
    a VIPI sempre se preocupa em divulgar a necessidade do uso de equipamentos de segurança, inclusive no dia a dia de trabalho dos seus colaboradores e também em suas embalagens. Infelizmente nem todos os profissionais têm esta consciência, mas a gente procura fazer a nossa parte. Faça você também a sua parte sempre usando equipamentos de proteção e divulgue esta prática!

    Na semana que vem teremos a continuação desta matéria, não perca!

    um abraço

  • JEFFERSON TAGLIARINo Gravatar disse:

    EU FAÇO O SEGUINTE PONHO 10 MG DE PÔ PARA 4 ML DE LIQUICO MANIPULO E DEIXO ENTRAR NA FASE ACRILIZO NUMA BOA NÃO TEM ERRO ISSO PARA ACRILIZAÇÃO DE PLACA DE HAWLEY POR EXEMPLO DIGAMOS ASSIM UM PALATO COM UM POUCO DE SOBRA.
    nÃO TEM ERRO

  • Ari FerreiraNo Gravatar disse:

    Olá, Jefferson
    Fico feliz por seu resultado, ainda é comum os Tpds prensar as resinas na fase inadequada, resultando um trabalho
    final comprometido.
    A proporção pó/liq. da resina é de 15 gr. de pó para 7 ml de liquido, acredito que você esta usando uma proporção
    menor para economizar, e acho bastante válida.
    Estamos a sua disposição, caso necessite.
    abraço,
    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar disse:

    Olá, Jefferson
    A proporção pó/liq. é de 14g de pó para 7 ml de liquido para uma prótese total.
    Como você esta utlizando para placa de bruxismo, pode colocar uma quantidade
    menor.
    Após aplicar a resina, seria interessante você colocá-la em uma panela termo pneumo
    hidráulica e aplicar 20 libras de pressão, dando assim para resina uma translucidez
    maior.
    abraço,
    Ari.

  • silviaNo Gravatar disse:

    Adorei as informações técnicas sobre as resinas,voces estão de parabéns com as matérias.Sou Professora de Prótese Dentária do Intituto Polígono em Santo André estou no colégio a 20 anos também ministro cursos de aperfeiçoamentoem ortodontia e ortopedia funcional e procurosempre divulga as resinas e corantes por oferecerem qualidade.Continuem sempre inovando! Obrigado Silvia

  • Patricia IdalinaNo Gravatar disse:

    Gostaria de saber se a resina auto p/ orto tem cores sortidas em resina liquidas

  • Ari FerreiraNo Gravatar disse:

    Olá Patricia
    A Empresa Vipi fabricante de resinas nao possui resinas liquidas coloridas, fabricamos polimêros incolores com os concentrados coloridos.
    Favor entrar no site http://www.vipi.com.br e você irá encontrar as fichas técnicas dos produtos com suas cores.
    obrigado,
    Ari.

  • josenildoNo Gravatar disse:

    Boa tarde, comecei a confeccionar aparelhos removiveis com sistema pó/liquido, quando tiro o aparelho da panela a resina nao esta completamente dura, so ficando assim alguns dias depois, alguem saberia me dizer o motivo?

  • Ari FerreiraNo Gravatar disse:

    Olá, Jonenildo
    Obrigado pela visita.
    Nesse caso você deverá utilizar a resina Vipi Flash, resina auto polimetrizavel para consertos e confecção de moldeiras.]
    Outro detalhe e verificar a validade do liquido, acredito que esteja dentro do prazo, mas de uma olhada.
    A polimerização dessa resina ocorre durante 4 minutos dependendo da temperatura ambiente, o colocar dentro da panela de orto
    é so para eliminar as bolhas.
    Você poderia me enviar o numero do loite dessa resina? pó e liquido.
    obrigado,
    Ari.

Postar um novo comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou link de seu próprio site. Você pode também assinar estes comentários via RSS.

Seja simpático. Mantenha-o limpo. Permaneça no tópico. Não faça spam!