qua, 19/02/14 – 14:00 | Não Comentado

VIPI BLOCK® ZIRCONN é um bloco cerâmico pré-sinterizado biocompatível, composto de zircônia estabilizada com ítria, ZrO2 (3%Y2O3), para aplicação odontológica. VIPI BLOCK® ZIRCONN é desenvolvido utilizando as melhores matérias-primas disponíveis no mundo, e sob-rigoroso controle de …

Leia na integra »
Artigos

Artigos enviados pelos consumidores dos produtos da Vipi Produtos Odontológicos.

Download

Download de Vipi News, material técnico entre outros arquivos.

Imprensa

Download de logotipos, fotos dos produtos, etc.

Lançamentos

Lançamentos da Vipi Produtos Odontológicos

Notícias Vipi

Fique antenado com o que acontece no mundo.

Home » Blog do Ari

Acrilização – Prensagem da Resina – Convencional

por on sexta-feira, 3 setembro 201090 Comentários

Acrilização – Prensagem da Resina forno_2

Deixamos os modelos hidratados em uma câmara de umidade, efetuamos o isolamento, em seguida com uma broca esférica nº 06 fazemos retenções mecânicas nos dentes (Furar).

Após esses passos iniciaremos a acrilização das próteses totais:

Prensagem da Prótese Total Rósea:

1.Manipular num pote de vidro a resina rósea na proporção de 14 gr. de pó para 7 ml de líquido,

2.Intruir na fase pegajosa, no contra molde e sobre esta a base da mufla, e aguardar a fase plástica da resina,

3.Prensar lentamente para o escoamento do excesso da resina (aguardar no mínimo de 5 a 10 minutos para acomodação),

4. Deixar o manômetro da prensa estabilizar em 1000 kgf, colocar os parafusos,

5. Aguardar no mínimo por 30 minutos antes de iniciar o ciclo de cocção.

Obs:- Quanto maior for o tempo de espera da prensa maior a translucidez da resina.

 

Técnica de Cocção:
Cocção Convencional

Recipiente suficiente para no mínimo 5 litros de água;

Base de madeira 12 x 12 cm;

Fogo baixo por 30 minutos;

Desligar o fogo e aguardar por 30 minutos;

Fogo baixo novamente por 30 minutos;

Colocar em fogo alto quando começar a ferver e marcar mais 1 hora.

Desligar.

Resfriamento lento e natural. Após resfriamento, iniciar o acabamento e polimento final da prótese.

 

Galera,
O CÉU ENVIOU DEUS NUM HOMEM PARA CAMINHAR ESSE KM, E OUTROS MAIS, COM AS NOSSAS SANDÁLIAS.
Abraço!

Ari Ferreira

Be Sociable, Share!

90 Comentarios »

  • GustavoNo Gravatar disse:

    Boa Tarde Ari Ferreira!
    Eu estou fazendo o curso de TPD, e tenho que cozinhar minha mufla em casa. Eu gostaria de saber para que serve a base de madeira 12×12 cm, que você citou?

  • AriNo Gravatar (author) disse:

    ola, Gustavo.
    Essa madeira você irá colocar debaixo da mufla para ela não ficar em contato direto com a panela, o metal é bom condutor de calor.
    Com ela você ameniza esse calor.
    Ligar em fogo baixo por 30 minutos, desligar e marcar mais 30 minutos desligado, ligar novamente em fogo baixo por 30 minutos, após
    aumentar o fogo para alto e marcar mais 1 hora. Aguardar resfriamento natural e dar acabamento e polimento.

    abraço

    Ari.

  • Luis Gustavo LeiteNo Gravatar disse:

    Olá, Ari. Gratíssimo pelo seu blog e iniciativa. Tenho algumas dúvidas, e espero que ela não ocupe o seu tempo.
    1. Dá para fazer consertos de uma prótese total utilizando a técnica do microondas ? Não vai “queimar” o acrílico já polimerizado ?
    2. A técnica de polimerização por microondas substitui por completo todos os procedimentos possíveis de serem feitos em acrílico – posso abandonar o uso de banho de água quente para polimerização em um laboratório de prótese ?
    3. A panela elétrica para polimerização. É uma boa poder contar com este equipamento no laboratório ? Qual a melhora efetiva deste equipamento no laboratório de prótese ?

    Att.
    Luís Gustavo.

  • AriNo Gravatar (author) disse:

    Ola, Luis Gustavo.
    Sempre que utilizar polimerização por enrgia de microondas, é necessário realizar inclusão.
    No caso de conserto não da para fazer no microondas: Você pode sim unir as partes quebradas
    e incluir, retirar toda resina e prensar novamente e polimerizar no microondas.
    A panela eletrica eu utilizei bastante tempo tambem, desde que respeite a polimerização o resfriamento
    o resultado é muito bom.
    Com o uso do microondas, você irá retirar a cera e polimerização sem uso de agua e o melhor em um tempo
    de 25 minutos.
    A sua melhora é agilidade e rapidez nos trabalhos realizados sem contar com a limpeza.
    Caso necessite de mais informações entrar em contato com fale com Ari 0800 015 77 00.

    Abraço
    Ari.

  • CristianeNo Gravatar disse:

    Ola Ari,

    Muito legal seu bolg…muito bom poder compartilhar conhecimentos e situaçoes que ocorrem com a gente e que sozinha, as vezes, temos que nos virar. Eu estou iniciando na atividade agora como TPD depois de 10 anos parada. Estou com algumas dificuldades, mas batalhando, gostaria muito de saber como posso deixar as mesiais e distais dos dentes apos demuflagem mais limpas. Tem permanecido com muito gesso apos a demuflagem. Melhora muito qdo faço com silicone, mas neste inicio os custos estao apertados.Ha algum jeito de deixar mais limpo mesmo utilizando o gesso como boneca?
    Att
    Cristiane

  • demetrio medinaNo Gravatar disse:

    gostaria de saber porque dão bolhas internas na resina proximo ao colo dos dentes pela palatina e lingual quando é feito acrilização no micro ondas e as vezes fica esbranquiçado, gostaria que respondesse-me pelo meu email desde já agradeço

  • AriNo Gravatar (author) disse:

    Ola, Cristiane
    Com o silicone você pode realizar 35 muralhas com o mesmo, a partir do momento que você utilizar silicone já utilizados, aplicar como retenção mecânica,
    Desta maneira, vocÊ irá aumentar para 50 peças.
    Isso tudo é custo beneficio.
    Que tal começar?
    Ari.

  • AriNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Demétrio!
    Vários fatores estão relacionados com as bolhas:
    Polimerização realizadas no microondas é necessário que os modelos esteja hidratados.
    Outro fator importante é saber a potencia do seu microondas e aplicar o ciclo adequado.
    As bolhas na parte lingual da resina esta relacionada com a prensagem na fase plástica, não
    podemos prensar na fase pegajosa, pois não há conpactação da resina.
    Demétrio tenho uma matéria sobre as próteses esbranquiçadas, entre no meu blog e confira,
    você vai entendee melhor sobre as bolhas e próteses esbranquiçadas.
    De qualquer maneira fico a sua disposição,
    abraço
    Ari.

  • Rodrigo NunesNo Gravatar disse:

    gostaria de saber pq quando faço a prensagem do palato incolor na protese tolal …sai muitas bolhas?? sera que estou errando na quantidade de liquido e pò???me diga qual é a quantidade certa para uma protese total superior…obrigado..

  • átila carvalho ferreiraNo Gravatar disse:

    olá. parabéns pelas informações. gostaria de saber se eu utilizar a máquina polimerizadora com água e ar comprimido,,tipo edg! como equipamento único para proteses em geral… eu terei um resultado de qualidade melhor? agradeço desde já a atenção

  • AriNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Átila.
    Com certeza você pode utilizar essa panela polimerizadora sim, o resultado também é muito bom.
    Estou enviando em seu e-mail, o ciclo que deverá utilizar.
    Abraço
    Ari.

  • Robson lopesNo Gravatar disse:

    Ola Ari muito legal seu blog…..
    Gostaria de saber porque minhas prótese estão dando bolhas?
    E oque eu poderia fazer para acabar com esse poblemas.
    mim ajude por favor.
    desde ja eu te agrandeço………

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Robson.
    Vários fatores estão relacionados , favor verificar:
    Resina Vipi Cril Plus-Técnica de cocção convencional
    Resina Vipi Wave- Técnica de Micro-ondas.

    Em todos os cursos e em todos os lugares ainda são frequentes indagações como:
    * A resina Vipi Cril Plus pode ser usada com o liquido Vipi Wave?
    A resposta é SIM!
    Ela pode ser utilizada com o líquido Vipi Wave, desde que utilizada nos processos de cocção convencionais.

    * Por que surgem as manchas esbranquiçadas nas próteses?
    Existem vários fatores que podem deixar as resinas esbranquiçadas. São eles:

    - Falta de monômero – fazendo que haja um ressecamento da resina e consequentemente o seu esbranquiçamento;

    - Má homogeinização na preparação – fazendo com que o pó e líquido não se misturem corretamente;

    - Calor em excesso – superaquecimento (acima de 110ºC) ocasionando queima da resina, deixando-a esbranquiçada;

    - Pouco tempo de Polimerização – fazendo com que a resina não se polimerize por completo ficando com textura de borracha;

    - Contaminação por produtos não compatíveis com a resina – Tais como: álcool, acetona, glicerina, etc…

    * Por que ocorrem as bolhas e porosidades nas próteses?
    As bolhas e porosidades nas próteses podem ser causadas por vários fatores:

    Excesso de monômero, causando a baixa viscosidade da resina e polimerização muita rápida.

    Temperatura muito alta no inicio do ciclo de polimerização, fazendo com que a prótese polimerize de fora para dentro, ocasionando o aprisionamento de bolhas na mistura.

    * Quais as vantagens de utilizar o monômero com CROSSLINK em prótese totais?
    O Crosslink é um aditivo ao monômero que confere maior resistência à abrasão, maior estabilidade dimensional, maior resistência às infiltrações de água, permitindo melhor brilho e facilidade de polimento, com maior durabilidade e higienização bastante facilitada.
    abraço,
    Ari.

  • rosangela rosaNo Gravatar disse:

    Gostaria de saber pq minhas pprs não ficam transparente qdo faço com auto,como faço pprs com termo? Que técnica devo usar,por favor me auxilie,eu faço na técnica convencional,ainda não tentei microondas,quero melhorar,mas tenho dúvidas,por acaso vcs tem apostilas ilustradas de como usar microondas?
    Obrigada pela atenção.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Rosangela
    As resinas aplicaveis tanto para PT e PPR é a Vipi Cril Plus para cocção convencional, para cocção por energia de micro-ondas aplicar a resina Vipi Wave.
    Como você comentou, não devemos utilizar para PT e PPR resina auto.
    Para obter melhor resultado quanto sua translucidez é necessário deixar a resina descansar num periodo de 12 horas na prensa, após esse tempo
    realizar a cocção.
    Estou enviando em seu e-mail ciclo de polimerização aplicaveis nas resinas, desde o prolongado de 12 horas, 9 horas, ciclo Australiano, ciclo
    Australiano adaptado, ciclo termo-pneumo hidráulico e ciclo de polimerização por energia de micro-ondas.

    Abraço,
    Ari.

  • Eliana santosNo Gravatar disse:

    Olá meu querido!!!gostaria de saber porque quando acrilizo minhas proteses algumas dão bolhas,fico sem saber aonde tô errando,me tire essa dúvida por favor obrigada!!!!

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá Eliana
    Varios fatores estão relacionados com a porosidade:

    Excesso de monômero, causando a baixa viscosidade da resina e polimerização muita rápida.
    Temperatura muito alta no inicio do ciclo de polimerização, fazendo com que a prótese polimerize de fora para dentro, ocasionando
    o aprisionamento de bolhas na mistura.
    Por que surgem as manchas esbranquiçadas nas próteses?
    Existem vários fatores que podem deixar as resinas esbranquiçadas. São eles:
    - Falta de monômero – fazendo que haja um ressecamento da resina e consequentemente o seu esbranquiçamento;
    - Má homogeinização na preparação – fazendo com que o pó e líquido não se misturem corretamente;
    - Pouco tempo de Polimerização – fazendo com que a resina não se polimerize por completo ficando com textura de borracha;
    - Contaminação por produtos não compatíveis com a resina – Tais como: álcool, acetona, glicerina, etc…
    Estou a sua disposição para quaisquer esclarecimentos.
    0800 015 77 00
    abraço
    Ari.

  • Roberta SantosNo Gravatar disse:

    Obrigado pelas dicas Ari. Um abraço.(Aluna do Sindicato dos protéticos dentário do Rio de Janeiro)

  • EdnaNo Gravatar disse:

    Olá Ari Ferreira
    O acrílico rosa sempre mistura com o incolor do palato, sou nova na profissão e ainda tenho muitas dúvidas. Por favor , me de algumas dicas.

  • João RobertoNo Gravatar disse:

    Caro Ari,

    Foi pedida por um cliente a gengiva 8-A, porém no meu livreto só tem a
    número 8. Voce poderia me passar a sequencia de cores da 8-A?
    Forte abraço..

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá Roberta
    Conte conosco para quaisquer dúvidas e ficamos a sua disposição.
    Obrigado, ]
    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, João Roberto
    Estou enviando em seu e-mail o livreto onde contem toda sequencia de aplicação da caracterização
    de numero 8A.
    Contye conosco, sempre que ncessário.
    abraço,
    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá Roberta
    Conte conosco para quaisquer dúvidas e ficamos a sua disposição.
    Obrigado,
    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Edna
    Quando estiver realizando prensagem da resina, aconselho você recortar os excessos bem proximo
    a lingual dos dentes, a partir daí aplicar o incolor.
    Favor enviar seus dados cadastrais, enviaremos um DVD da técnica.
    abraço,
    Ari.

  • leandro de oliveira cardosoNo Gravatar disse:

    eu sempre faso prensagem de dentadura com palato incolor e a resina incolor fica esbranquisada. eu queria saber de voce como eu posso faser pra resolver esse problema? me mande pra mim se puder um dvd me explicando a tecnica.

  • ivete dos santos cunhaNo Gravatar disse:

    estou começando com este produto agora de resina aclilica para fazer peças plastica pois tenho um site e dizem que é muito boa voce recomenda pois ja tenho até esperando esta peça ficar pronta
    eu gostaria de saber que tipo de molde eu uso pra usar esta resina de gesso ou borracha de silicone

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Ivete
    Você precisa utilizar molde de silicone, gesso, borracha.
    Não sei o que pretende fazer, no nosso caso eu utilizo uma
    mufla de plástico de engenharia, pois faço a polimerização
    em micro-ondas.
    Você precisa compactar a resina para ficar com porosidades.
    Abraço,
    Ari.
    0800 015 77 00

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Leandro]
    Favor enviar seus dados cadastrais, que na sequencia enviaremos
    um DVD da Técnica.
    abraço,
    Ari.

  • robson ramosNo Gravatar disse:

    Olá Professor, estou no meu 1.o mês do curso TPD, tem algum video c/ aulas iniciais sobre o curso ou apostilas? Obrigado, Robson, Brasilia, DF.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Robson
    Todo material didático esta em nosso site: http://www.vipi.com.br/blog do ari
    Outro canal que indico para você é o livro Principios Fundamentais e Técnicas Laboratoriais 2ª edição
    Editora Napoleão, nele você irá encontrar uma gama de informação para seu curso.
    Abraço,
    Ari.

  • Mariana da Comparação de PreçosNo Gravatar disse:

    Obrigada pelas dicas, parabéns pelo post!

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Mariana
    obrigado pelas palavras e conte conosco.
    abraço,
    Ari.

  • IsabelNo Gravatar disse:

    Ari, Bom dia!

    Acabei de me formar e montei em minha cidade um laboratório de Prótese, aprincipio estou começando a trabalhar com PT e PPR, bem na realidade estou aprendendo com meus tropeços, leio muito e procuro me informar de tudo para executar o melhor trabalho, eu fiquei encantada com sua dedicação em responder claramente dúvidas,pois infelizmente e felizmente aqui em minha cidade ainda não tinha nenhum técnico em prótese, estou me aprofundando no assunto gostaria de saber se podederia me enviar informações sobre tempo correto de polimerização de PT e PPR em panela eletrica, e também o dvd da técnica de prensagem de PT com palato incolor.
    Um grande abraço, obrigada.
    Isabel

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Isabel
    Obrigado pelas palavras e com certeza estamos na Empresa Vipi para ajudar os usuários finais com nosso produtos.
    Já sou técnico a 27 anos, atualmente estou na empresa para prestar esse serviço, ministro cursos no Brasil da
    técnica STG-micro-ondas.
    Sempre que tiver uma dúvida não se acanhe, entre em contato conosco, estamos aqui para isso mesmo.
    Estou enviando em seu e-Mail ciclo de polimerização aplicados nas resinas, desde o de 12 horas, 9 horas,
    ciclo australiano, ciclo australiano adaptado, ciclo termo-pneumo hidráulico e ciclo de micro-ondas.
    No site da Vipi em meu blog você irá encontrar vários assuntos e video para suas indagações.
    abraço,
    Ari.

  • RodrigoNo Gravatar disse:

    Caro Ari…
    Mto legal a sua iniciativa de fazer esse blog para tirar nossas dúvidas.
    Sou cd e pretendo fazer um trabalho de ação social com populações ribeirinhas no amazonas e precisaria, se fosse possivel, claro, de esclarecimentos para acrilização de ppr’s em panelas polimerizadoras, pq nessa localidade não existem protéticos e os custos ficariam mto caros, haja vista ser um trabalho de ação scial da minha igreja.
    Confesso que não sei mto os passos para acrilização e ficaria mto grato se vc me salvasse…rsrs
    Ah…o evento durará uma semana e ocorrerá em setembro…acho q o tempo é até meio curto para aprender, nao acha??
    Certo de sua ajuda, desde já agradeço com meus protestos de grande estima..
    Rodrigo Jardim

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Rodrigo
    Estou enviando ciclo de polimerização aplicaveis nas resinas, e nele tem o
    ciclo termo peneumo hidráulico.
    abraço,
    Ari.

  • adrianaNo Gravatar disse:

    Boa tarde.
    Preciso de ajuda, estou fazendo o tecnico em TPD e não estou conseguindo achar algumas respostas q meu professor esta pedindo.
    Me ajude , por favor.
    1- Quais as vantagens e desvantagens dos 4 ciclos de polimerização de resina termo polimerizável: Ciclo australiano, adaptação do ciclo australiano, ciclo longo a baixa temperatura e ciclo de polimerização termo pneumo hidraulico.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Adriana
    Enviei para seu e-mail o ciclo de polimerização.
    abraço,
    Ari.

  • ClaudiaNo Gravatar disse:

    Olá Ari, vc poderia me ajudar?quando polimerizo a resina incolor no palato da PT ela fica esbranquiçada, não sei o que estou fazendo de errado…se puder poderia me enviar material explicativo sobre outras tecnicas de cocção das proteses?so uso a convencional…obrigada..

  • LucieneNo Gravatar disse:

    Boa Noite!

    Sou recém-formada em TPD e estou começando meus trabalhos. O que não entendi em um dos últimos foi que a minha prótese total deu bolhas fora do normal, por tudo. Coisa que antes não havia acontecido. Tem alguma ligação de o líquido e o pó termo serem de marcas diferentes? Pois já haviam ocorrido bolhas, mas por causa da prensagem mesmo, por estar fora de seu devido estágio, e já corrigi, e desta vez fiquei sem entender nada. Me auxiliem Por favor! Obrigada.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Claudia
    Existe alguns materiais que não podem ser misturados com a resinas. Tais como: Acetona, alccol, benzina, gasolina, querosene, liq. auto, etc.
    Resinas esbranquiçadas, um problemão!!!
    * A resina Vipi Cril Plus pode ser usada com o liquido Vipi Wave?
    A resposta é SIM!
    Ela pode ser utilizada com o líquido Vipi Wave, desde que utilizada nos processos de cocção convencionais.

    * Por que surgem as manchas esbranquiçadas nas próteses?
    Existem vários fatores que podem deixar as resinas esbranquiçadas. São eles:

    - Falta de monômero – fazendo que haja um ressecamento da resina e consequentemente o seu esbranquiçamento;

    - Má homogeinização na preparação – fazendo com que o pó e líquido não se misturem corretamente;

    - Calor em excesso – superaquecimento (acima de 110ºC) ocasionando queima da resina, deixando-a esbranquiçada;

    - Pouco tempo de Polimerização – fazendo com que a resina não se polimerize por completo ficando com textura de borracha;

    - Contaminação por produtos não compatíveis com a resina – Tais como: álcool, acetona, glicerina, etc…

    * Por que ocorrem as bolhas e porosidades nas próteses?
    As bolhas e porosidades nas próteses podem ser causadas por vários fatores:

    Excesso de monômero, causando a baixa viscosidade da resina e polimerização muita rápida.

    Temperatura muito alta no inicio do ciclo de polimerização, fazendo com que a prótese polimerize de fora para dentro, ocasionando o aprisionamento de bolhas na mistura.

    * Quais as vantagens de utilizar o monômero com CROSSLINK em prótese totais?
    O Crosslink é um aditivo ao monômero que confere maior resistência à abrasão, maior estabilidade dimensional, maior resistência às infiltrações de água, permitindo melhor brilho e facilidade de polimento, com maior durabilidade e higienização bastante facilitada.
    abraço, Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Luciene
    Segue um artigo que escrevi sobre porosidades, bolhas e esbranquiçamento.
    Resinas esbranquiçadas, um problemão!!!
    * A resina Vipi Cril Plus pode ser usada com o liquido Vipi Wave?
    A resposta é SIM!
    Ela pode ser utilizada com o líquido Vipi Wave, desde que utilizada nos processos de cocção convencionais.

    * Por que surgem as manchas esbranquiçadas nas próteses?
    Existem vários fatores que podem deixar as resinas esbranquiçadas. São eles:

    - Falta de monômero – fazendo que haja um ressecamento da resina e consequentemente o seu esbranquiçamento;

    - Má homogeinização na preparação – fazendo com que o pó e líquido não se misturem corretamente;

    - Calor em excesso – superaquecimento (acima de 110ºC) ocasionando queima da resina, deixando-a esbranquiçada;

    - Pouco tempo de Polimerização – fazendo com que a resina não se polimerize por completo ficando com textura de borracha;

    - Contaminação por produtos não compatíveis com a resina – Tais como: álcool, acetona, glicerina, etc…

    * Por que ocorrem as bolhas e porosidades nas próteses?
    As bolhas e porosidades nas próteses podem ser causadas por vários fatores:

    Excesso de monômero, causando a baixa viscosidade da resina e polimerização muita rápida.

    Temperatura muito alta no inicio do ciclo de polimerização, fazendo com que a prótese polimerize de fora para dentro, ocasionando o aprisionamento de bolhas na mistura.

    * Quais as vantagens de utilizar o monômero com CROSSLINK em prótese totais?
    O Crosslink é um aditivo ao monômero que confere maior resistência à abrasão, maior estabilidade dimensional, maior resistência às infiltrações de água, permitindo melhor brilho e facilidade de polimento, com maior durabilidade e higienização bastante facilitada.
    Outro detalhe é a mistura de materiais de empresas diferentes. Os materiais se equivalem mas não são iguais.
    Abraço,
    Ari.

  • Edson Alexandre SilvaNo Gravatar disse:

    Boa tarde , bom minha duvida Ari é que quando faço o palato incolor na prensagem convencional , está saindo meio leitoso , Esbranquiçado , não consigo uma transparência .

  • FernandaNo Gravatar disse:

    Olá, Ari…estou iniciando em um laboratório agora, sozinha e desesperaaadaa….rs…mas enfim, vejo que minhas dúvidas e erros são iguais os da maioria! Por favor, me envie tudo que for possível: ciclos de polimerização, técnicas de prensagem…etc!
    E você, quando vem em Goiânia para ministrar um curso?
    Um grande abraço! TE AGUARDO! e desde já, agradeço a atenção…

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Fernanda
    Favor enviar seu endereço para envio de alguns materiais.
    Ari.

  • LucieneNo Gravatar disse:

    Obrigada Ari! Abraço e parabéns pelo trabalho realizado neste site.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Valeu, Luciene
    Obrigado pelas palavras.
    obrigado,
    Ari.

  • sidcleiaNo Gravatar disse:

    oi Ari gostaria que vc me manda-se o ciclo de polimerização em microondas, obrigado

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá. Sidcléia
    Segue solicitação, qualquer dúvida.
    Conte conosco
    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Edson.
    Você consegue sim deixá-la mais translúcida, para isso é necessários algumas medidas por ex:
    Segue um artigo que escrevi sobre porosidades, bolhas e esbranquiçamento.
    Resinas esbranquiçadas, um problemão!!!
    * A resina Vipi Cril Plus pode ser usada com o liquido Vipi Wave?
    A resposta é SIM!
    Ela pode ser utilizada com o líquido Vipi Wave, desde que utilizada nos processos de cocção convencionais.
    * Por que surgem as manchas esbranquiçadas nas próteses?
    Existem vários fatores que podem deixar as resinas esbranquiçadas. São eles:
    - Falta de monômero – fazendo que haja um ressecamento da resina e consequentemente o seu esbranquiçamento;
    - Má homogeinização na preparação – fazendo com que o pó e líquido não se misturem corretamente;
    - Calor em excesso – superaquecimento (acima de 110ºC) ocasionando queima da resina, deixando-a esbranquiçada;
    - Pouco tempo de Polimerização – fazendo com que a resina não se polimerize por completo ficando com textura de borracha;
    - Contaminação por produtos não compatíveis com a resina – Tais como: álcool, acetona, glicerina, etc…
    * Por que ocorrem as bolhas e porosidades nas próteses?
    As bolhas e porosidades nas próteses podem ser causadas por vários fatores:
    Excesso de monômero, causando a baixa viscosidade da resina e polimerização muita rápida.
    Temperatura muito alta no inicio do ciclo de polimerização, fazendo com que a prótese polimerize de fora para dentro, ocasionando o aprisionamento de bolhas na mistura.
    * Quais as vantagens de utilizar o monômero com CROSSLINK em prótese totais?
    O Crosslink é um aditivo ao monômero que confere maior resistência à abrasão, maior estabilidade dimensional, maior resistência às infiltrações de água, permitindo melhor brilho e facilidade de polimento, com maior durabilidade e higienização bastante facilitada.
    Outro detalhe é a mistura de materiais de empresas diferentes. Os materiais se equivalem mas não são iguais.
    Abraço,
    Ari.

  • simoneNo Gravatar disse:

    Ari,gosto muito do seu trabalho,como uma novata na area gostaria de saber como faço uma acrilização do palato que dique bem transparente e sem bolhas na pt convencionais? E como você faz aquelas rugyuinhas das papilas nas pt de microondas?

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Simone
    Para deixar a prótese bem transparente é necessário prensar a prótese na fase plástica e deixar prensada durante 12 horas, quanto mais tempo ficar descansando é melhor, você vai obter uma transparencia muito bonita.
    Quanto as rugas palatinas, você pode copiar as rugas originais do modelo do paciente, copiando com labor mass, jogar cera no labor mass e colar na
    prótese que você esta confeccionando.
    Depois acerta a escultura.
    Outra opção e esculpir as rugas na prótese que você esta confeccionando e acertar a escultura, é bem simples de fazer.
    Fico a sua disposição.
    abraço,
    Ari.

  • ildecioNo Gravatar disse:

    Olá Arí, gostei muito desse espaço,continue assim um abraço.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá Idelcio
    Agredeço suas palavras, nosso idéia é de informar, reciclar, orientar nossos usuários quanto ao uso dos materiais.
    Conte conosco.
    obrigado,
    Ari.

  • fabiane paitzNo Gravatar disse:

    ola ari, parabens pelos seu trabalho!gostaria de saber mais sobre o ciclo de cocção de pt e ppr na panela eletrica.

  • pollyanaNo Gravatar disse:

    ola gostaria de saber como faço para adiquirir esses dvds referentes a protese total…Obrigado

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Pollyana
    Não estamos mais enviando o DVD da técnica.
    Favor entrar em nosso site, ir no blog do ari na foto da primeira pagina, e lá você irá encontrar o DVD em 2 partes para copiar.
    abraço,
    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Fabiane
    Estou enviando em seu e-mail o arquivo dos ciclos.
    obrigado,
    Ari.

  • MicheleNo Gravatar disse:

    Olá, boa noite… Sou formada há 15 anos e em meio a filhos fiquei parada por um período de mais ou menos 1ano. Agora estou voltando a ativa e gostaria de saber se vcs ministram cursos sobre acrilização de protocolos, bem como de prótese caracterizada. Antes fazia só o básico mesmo pq tinha um outro trabalho e não dava tempo pra investir na profissão, mas agora, deixei o meu outro serviço e quero me dedicar ao máximo ao laboratório. Por favor, tenho grande interesse em atualizar-me. Agradecida.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Michele
    Obrigado pela visita.
    Realizamos varios cursos pelo Brasil, gostaria de saber em que região você esta?
    Assim posso indicar uma curso para você participar, eu mesmo ministro vários cursos,
    de repente você poderia estar fazendpo comigo.
    No site http://www.vipi.com.br/blogdoari tem uma agenda onde vamos estar nos proximos 4 meses.
    Favor dar uma olhada, estamos a sua disposição.
    obrigado,
    Ari.

  • BrenoNo Gravatar disse:

    Ari, realizo a coocçao no fogão e penso em comprar a panela polimerizadora, preciso saber se o resultado é melhor pois se for similar nao justifica o investimento!

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Breno
    Obrigado pela visita, essa polimerizadora é muito boa sim, é o ciclo termo pneumo-hidráulico e sua polimerização é sob pressão e temperatura.
    A prótese fica fica muito bonita sim.

    Ari.

  • BrenoNo Gravatar disse:

    Mas Ari, o resultado da polimerizadora é melhor que a convencional?

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Breno
    Todos os cicloc seguidos corretamente vai dar um resultado posigtivo nas peças.
    O ciclo convencional, você necessita deixar por 2:30 na fervura enquanto que na
    polimerizadora 1:50 sobre pressão e temperatura.
    Os dois são recomendados.
    abraço,
    Ari.

  • tatianaNo Gravatar disse:

    olá Ari!
    sou tecnica a algum tempo, mas sempre usei o fogao para conzinhar minhas protes. Queria saber de vc,as vantagem e as desvantagem de se usar a panela eletrica. economizo tempo?

  • Heriberton RochaNo Gravatar disse:

    Excelente tarde a vc Ari, bem como a todos que estão conectados! Parabéns pelos conteúdos postados e afirmo que está me ajudando bastante, em minha nova jornada de conquista futura, obrigado.

  • Heriberton RochaNo Gravatar disse:

    Fiz a técnica de 30 min fogo baixo; 30 min. fogo desligado; 30 min. fogo baixo e após 40 min. em fogo alto e ficou bem legal.Tem algum conteúdo explicativo de como fazer as rugosidades palatinas. Posso fazer de qualquer forma, onde inicia e termina, etc…Obrigado.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    OLÁ, HERIBERTON
    OBRIGADO PELA VISITA EM NOSSO SITE, AS RUGOSIDADES PALATINAS TEM UM PAPEL IMPORTANTE EM NOSSO BOCA E CONSEQUENTEMENTE NAS PRÓTESE TOTAIS, PARA CONFECCIONÁ-LAS É NECESSÁRIO VOCÊ TER EM MÃOS O MODELO EM GESSO: APLICAR SILICONE NA REGIÃO A SER COPIADA, RETIRAR O SILICONE JA CURADO, APLICAR CERA NO MOLDE NO SILICONE, APLICAR NA PRÓTESE. ESSA RUGOSIDADE É A ORIGINAL DO PACIENTE.
    OUTRA MANEIRA É VOCÊ REALIZAR O ENCERAMENTO OBSERVANDO O MODELO EM GESSO.
    OUTRA ALTERNATIVA E VOCÊ COPIAR COM O MATERIAL DA RADIOGRAFIA(CHUMBO) COPIANDO DO MODELO EM GESSO E APLICANDO NA PRÓTESE.
    OU REALIZANDO O ENCERAMENTO.
    ABRAÇO,
    ARI.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    OBRIGADO, HERIBERTON
    SEMPRE QUE PRECISAR, ESTAMOS A SUA DISPOSIÇÃO.
    ABRAÇO,
    ARI.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Olá, Tatiana
    Obrigado pela visita em nosso site:
    Existe varios ciclos para polimerização das próteses< 12 horas, 9 horas, 3 horas ciclo Australiano, 2:30 ciclo Australiano adaptado, 1:50 PANELA Termo-pneumo hidraulica e 25 minutos polimerização por energia de micro-ondas.
    Todos os ciclos citados já estão comprovados e muitos eficientes, acredito que você deveria realizar uma avaliação quanto ao custo beneficio.
    Por ex:
    Atualmente para polimerizar uma mufla no micro-ondas você vai gastar durante 25 minutos de utilização de energia R$ 0,0410 centavos o que é muito pouco.
    Com um botijão de 13 kg que custa R$ 40,00 aproximadamente você vai poder polimerizar 1000 próteses com o custo de R$ 40,00.
    Já com um botijão com ocusto de R$ 40,00 realizando a polimerização em 2:30 em fogão você conseguiria polimerizar 200 proteses?
    Acredito que não, isso é custo beneficio.
    Atualmente os tecnicos tem utilizados a tecnica de micro-ondas por ser mais rapida, limpa e seu custo baixo.
    abraço,
    Ari.

  • Marcelo Deniz EsteryNo Gravatar disse:

    Olá Ari!

    Gostaria de saber o ciclo de Polimerização das resinas de microondas e o tempo de hidratação dos modelos para essa técnica. Se possível enviar uma resposta.

    Agradeço a gentileza.
    Marcelo.

  • Humberto CoutinhoNo Gravatar disse:

    Olá, Ari, excelente blog o seu e já está nos meus favoritos.
    Minha pergunta é a seguinte:
    Tenho visto várias próteses que chegam aqui para conserto e me surpreendo com a transparência das mesmas, chegando a se parecerem com ‘vidros’ na parte incolor.
    Qual o segredo para se conseguir esse grau de transparência? Minhas próteses, na parte da resina incolor, ficam transparentes mas um pouco embaçadas, e já tentei vários métodos e resinas de marcas diferentes.

    Como consigo essa qualidade final?
    Abraço e sucesso.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    OLA, HUMBERTO
    A TRANPARENCIA ESTA LIGADA A VARIOS FATORES:
    TEMPO DE ESPERA NA PRENSA DE ROSCA OU BANCADA.
    FASE DE PRENSAGEM,
    MATERIAL NA SUA PROPORÇÃO ADEQUADA, PRIMEIRO O LIQUIDO E DEPOIS O PÓ SEM PRECISAR MEXER.
    COCÇÃO DE 2 HORA E 30 MINUTOS E AGUARDAR SEU RESFRIAMENTO NATUTA.
    OUTRO DETALHE É A LIMPEZA COM O REMOX, POIS MUITAS PESSOAS UTILIZAÇÃO, GASOLINA, QUEROSENE, ACETONA, ALCCOL, BENZINA; ESSES MATERIAIS NÃO SÃO COMPATIVEIS
    COM A RESINA DEIXANDO AS ESBRANQUIÇADAS.
    QDO VOCÊ VOR RETIRAR A LYSANDA SEPARAR MOLDE E MODELO, NÃO PODE CONTAMINAR O MODELO DE GESSO COM O CATALISADOR, POIS O MESMO VAI DEIXAR A PROTESE ESBRANQUIÇADAS.
    LIGA PARA MIM – 0800 015 77 00

    ARI.

  • AdrianaNo Gravatar disse:

    Boa noite, Ari!

    Uma pena ter te descoberto só agora, depois de tantas dúvidas…

    No entanto, tenho mais uma:
    preciso prensar uma PT com tela de reforço metálica, e nunca fiz esse tipo de trabalho. Poderia me dar alguma dica quanto à essa prensagem?

    Desde já agradeço!

    Adriana.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    ola, Adriana
    Obrigado pela visita.
    Ja utilizamos um outro tipo de reforço metalico fundido, o qual o mesmpo e mais eficiente.
    Você deve construir uma barra com spree de cera 2,5 mm, fazer perfuração nos dentes e unir tudo isso, incluir e fundir.
    Apos o acabamento, passar opacificador e iniciar a prensasem.
    De qualquer maneira você precisa colocar um pouco de resina da região do palato e prensar, se possivel coloque uma lamina de cera no modelo e prensa com um filme separador, apos essa prensagem. Retirar a lamina de cera e colocar o restante de resina par cobrir a tela.

    Qualquer dúvida me ligue, 0800 015 77 00

    Ari.

  • Maria Ap. dos SantosNo Gravatar disse:

    Boa noite, SR. Ari

    Gostaria de saber o que fasso com as minhas acrilizações que o palato esta saindo enbranquiçadas como leite nao estão transparente, estou acrilizando em panela elétrica a 110 grau por uma hora e meia. Por favor ja fiz várias tentativas e nao tenho resolvido o problema por favor me ajude.

    Espero anciosa uma resposta, muito obrigada Maria.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    ola, Maria Apª
    Existem varios aspectos que podem ocorrem das resinas ficarem esbranquiçadas, tais como:
    falta de material, prensagem na fase inadequada, falta de monomero, excesso de temperatura,
    contaminação pos alguns produtos, (alcool, acetona, gasolina, benzina, querozene, o proprio
    catalisador da pasta de zinzo eunolica (lysanda).
    É necessário após a polimerização, aguardar i seu resfriamento natural ate a abertura
    da mufla.;

    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Ola Marcelo
    Os modelos devem esta hidratados antes de ser polimerização por energia de micro-ondas.
    Outro detalhe e saber a quan tidade de wats do seu micro-ondas dai aplicamos o ciclo
    adequado.
    por ex.
    micro-ondas de 900 wats – 20 minutos a 20% de potencia do micro-ondas
    5 minutos a 40% de potencia do micro-ondas.
    Favor verificar atras do forno e ver a quantidade de wats.
    obrigado,
    Ari.

  • Gizele MouraNo Gravatar disse:

    Boa tarde, Ari!

    Estou iniciando, e quebrando um pouco a cabeça com alguns vacilos…
    Por exemplo; esqueci de isolar o modelo e fiz e prensagem da PT e gostaria de saber se há alguma técnica onde eu possa retirar o gesso do acrilico? Eu até utilizei o remover de gesso,saiu o excesso, porém, ainda ficou tipo uma película de gesso na resina.

    Att

  • JaneNo Gravatar disse:

    Olá Ari, preciso de uma orientação, poderia me enviar seu email por favor?
    Obrigada, Jane
    janefusco@uol.com.br

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Ola, Jane

    ari@vipi.com.br
    0800 015 77 00
    falar com Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Ola, Gizele
    Você sabe que a minha primeira prótese tambem esqueci de realizar o isolamento.
    Infelizmente não tem outro jeito não, porquer você não pode realizar o desgastes
    na parte interna.
    Ja colocou na solução dissolve gesso?

    Ari.

  • EduardoNo Gravatar disse:

    Olá! Tenho uma duvida, eu poderia usar o po vipiwave com o liquido termo convencional da vipi? Apesar de ser um pouco estranho a pergunta, é que tenho algumas amostras e estou querendo testar, mas sem provocar estrago nenhum. Hehehe

  • luziana marquesNo Gravatar disse:

    Olá pessoal tudo bem.eu gostaria muito que vcs me tirassem uma duvida .sou protética fasso próteses removível.e tem umas duas semanas que as próteses total que eu acrilizo não ta dando prensao fica fica banba na boca do paciete ,já pensei em tudo mas não chequei numa conclusão gostaria muito que me ajudase .o que eu poderia ta fazendo de errado.lembrando que eu prenso todas na mufulas de microondas.se puder me ajudar eu agradeço.

  • RafaellaNo Gravatar disse:

    Olá adorei as perguntas e as respostas…tbm estou com problemas na hora da prensagem,bolhas no termo rosa e no palato incolor das pts…e está acontecendo tbm quando termina minhas proteses estao ficando finas os bordos da moldeira…e eu faço a outra moldeira aquela que é jogada fora de 2 a 3mm…nao estou entendendo o que está acontecendo???
    Obrigada

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Bom dia Rafaela
    Obrigado pela visita em nosso site.
    Rafaela você preciso quando efetuar seu enceramento aumentar o mesmo deixando o mesmo mais volumoso e o seu vedamento periférico
    também. Só assim terá resina para promover o seu acabamento com brocas.
    Existe vários fatores que podem estar ocorrendo isso.
    Você precisa prensar a resina na terceira fase que é a plástica, aguardar pelo menos 30 minutos de descanso e iniciar a polimerização.
    estou enviando o ciclo de polimerização no seu e-mail.
    ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Bom dia Luziana
    Obrigado pela visita em nosso site.
    Existe vários fatores que podem ocorrer a má adpatação de uma prótese na boca do paciente.
    Você possui prensa hidráulica ou normal.
    a cocção esta sendo feita no micro-ondas.
    Favor enviar seu telefone para Ari 0800 015 77 00 ou ari@vipi.com.br
    Terei o maior prazer em atende-la melhor.
    obrigado,
    Ari.

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Bom dia Eduardo.
    Obrigado pela visita em nosso site.
    Recomendamos não utilizar mistura de liquido, nesse caso você esta utilizando liquido da mesma empresa.
    Você pode utilizar o liquido com o pó vipi wave, mas a polimderização vere ser realizada numa panela
    convencional. Ciclo Australiano adaptado.
    Obrigado,
    Ari.

  • NogueiraNo Gravatar disse:

    Boa noite Ari
    gostaria de utilizar a panela polimerizadora com e pressao para acrilizar resina autopolimerizavel….isso é possivel?

  • Ari FerreiraNo Gravatar (author) disse:

    Bom dia Nogueira
    Obriga pela sua visita em nosso site, ja existe no mercado uma panelo termo pneumo hidráulica, que você coloca a sua mufla dentro dela, enche de agua, fecha e injeta 60 libras de ar comprimido e liga na rede elétrica, a medida que a temperatura vai se elevando a pressão interna também, o seu resultado é muito bom e a deliminação do monomero é o principal.
    Ari.

Postar um novo comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou link de seu próprio site. Você pode também assinar estes comentários via RSS.

Seja simpático. Mantenha-o limpo. Permaneça no tópico. Não faça spam!